Nunca esqueça que te amo

Lya Galavote

Nunca esqueça que te amo

Romance hot-lite

Lya Galavote

Lya Galavote

Lya Gallavote é professora e escritora. Nasceu em Mogi das Cruzes, mas sempre morou em São Paulo com sua família. Aos nove anos, escreveu seu primeiro conto, onde viajava com um elefante cor-de-rosa de barco pelo rio Tietê, em busca de diversão pela cidade de São Paulo. A partir daí descobriu que sua imaginação ia muito além da realidade e começou a buscar emoções fortes em suas histórias. Já na adolescência, continuou a relatar suas aventuras em diários que a acompanhavam nos momentos mais íntimos, cheios de segredos de uma jovem adolescente sonhadora. Porém, foi em 2010 que escreveu seu primeiro livro e depois disso não parou mais. Hoje, divide seu tempo livre com o marido, dois filhos e as leituras de romances que tanto ama se entregar. Curta também: https://www.facebook.com/nemnometem1 Siga: https://www.instagram.com/LyaGallavote

Até que ponto você seria capaz de mentir por uma vingança?

Olívia vive a fase mais feliz de sua vida. Garota de vida humilde veio para São Paulo para cursar a Faculdade de Pedagogia e trabalhar em um restaurante perto da pensão em que mora. Tudo muda, quando encontra o homem perfeito que a ajuda com um emprego melhor e com o custo de sua Faculdade para ficar mais tranquila com as despesas do aluguel de seu novo apartamento e com os gastos dos medicamentos de sua mãe. Porém, Olívia descobre que Thomas a traía há um bom tempo. Resolve, então, se vingar. Simula uma gravidez falsa, com o intuito de brincar com os sentimentos do traidor. Seus planos iam muito bem, até o destino resolver mudar tudo de uma maneira que ela jamais imaginou. Cheio de reviravoltas e surpresas, Nunca esqueça que eu te amo vai mexer com você até o último ponto final.



Contatos


+55 11 95279-7333


editoraalfadocruzeiro


alfadocruzeiro@gmail.com

Qual é a melhor forma de contato?


E-mail é a melhor forma de contato. Apesar da popularidade do Facebook e do Whatsapp, eles apresentam instabilidades que podem fazer mensagens se perderem. Além disso, informações trocadas por e-mail ficam arquivadas para referências futuras.

Prefira sempre o e-mail